17 de jan de 2011

Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios

  
Salmo 1.1-2: “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite”.

Andar cheio do Espírito Santo requer de nós vivermos segundo a palavra de Deus. Não precisamos ser teólogos, nem fazer nenhum curso sobre doutrina bíblica, embora isto seja muito bom, mas devemos seguir o conselho do salmista e meditar na lei do Senhor dia e noite. Devemos amá-la, deleitar em seus ensinos e digeri-la a cada instante, como se fosse um prato de comida. Durante as nossas atividades diárias, devemos ter em mente os seus ensinos, para não nos desviar nem para a esquerda e nem para direita. Isto é viver como Jesus viveu, tendo a vontade do Pai à sua frente a cada instante. Jesus nunca perdeu o foco de sua missão e em momento nenhum permitiu que as atividades, os compromissos, os desejos e as tentações do mundo que o cercava desviassem a atenção da sua missão. Ele viveu para honrar ao Pai e esta é a obra do Espírito, fazer-nos conhecer a Cristo, para que possamos honrá-lo com a nossa vida. A vida que é habitada pelo Espírito Santo não pode ser considerada uma exceção do cristianismo. O salmista nos exorta a uma tomada de consciência, pois não podemos estar submissos a princípios e pessoas que não têm Jesus como Senhor de suas vidas. Precisamos saber discernir o que é bom e o que é ruim para nossa vida e ficar longe daqueles que não querem saber de Deus e nem das coisas que são boas para santificação. Devemos ter prazer naquilo que pode nos fazer felizes e ratificar a fé que habita em nosso coração. Jesus, na sua última noite, orou para que Deus nos protegesse no mundo em que vivíamos. Ao longo do tempo, parece que o mundo continua a enfeitiçar os cristãos com seus prazeres e tentações. Para que possamos vencer estes obstáculos e continuar a viver segundo a Palavra de Deus, precisamos ter prazer em meditar na lei do Senhor dia e noite. Portanto, se Deus tem nos chamado a viver uma vida como Cristo viveu, Ele nos fortalecerá com seu Espírito, e nos motivará para que, junto com Cristo, crucifiquemos os desejos de nossa carne. Só assim teremos uma vida de humildade e obediência na sua Palavra, que nos fará viver no espírito e em verdade


fonte rede jovem IBCJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário